Aliado de Bolsonaro, preso na operação da PF diz que mandante da morte de Marielle é um ex-deputado; confira

Preso pela Polícia Federal na operação que mirou Bolsonaro, Ailton Barros disse que o mandante da morte de Marielle Franco é um ex-deputado estadual do Rio de Janeiro. A tese foi detalhada pelo próprio a pessoas também citadas na investigação que alvejou o ex-presidente.

Nessas conversas, Ailton Barros defendeu o ex-vereador carioca Marcello Siciliano, que chegou a ser acusado de participação no assassinato de Marielle. E, em seguida, imputou o crime a um ex-parlamentar da Assembleia Legislativa do Rio.

Esse político ganhou ainda mais influência após deixar a Alerj. E já foi, inclusive, investigado pela Polícia Civil no âmbito das investigações sobre a morte da vereadora.

Ailton Barros é acusado de participar do esquema de fraude em carteiras de vacinação que levou aliados de Bolsonaro à prisão. Para viabilizar o esquema, ele teria recorrido a Siciliano. A PF aponta que Siciliano teria condicionado a ajuda à obtenção de um visto para os Estados Unidos.

Durante o mandato de vereador, Siciliano ficou conhecido por ajudar eleitores a receberem atendimentos em hospitais. E, por ser figura carimbada nesse tipo de “serviço”, virou a alternativa de Barros na questão da carteira de vacinação.

Fontes ouvidas pela coluna afirmam que Siciliano pretendia viajar com a família à Disney, na Flórida, mas enfrentava dificuldades burocráticas. E que ele mantinha relação de amizade com Ailton Barros.

Contudo, essas mesmas fontes, que conhecem tanto Siciliano quanto Barros, negam que o ex-vereador tenha imposto qualquer condição ao aliado.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Faltam 11 capítulos para terminar a novela Romero; Daniella Ribeiro pode ocupar uma vaga no TCE; e Galdino faz discurso em prol de sua candidatura ao governo do Estado 22 de julho de 2024 DESTAQUES: Faltam 11 capítulos para terminar a novela Romero; Daniella Ribeiro pode ocupar uma vaga no TCE; e Galdino faz discurso em prol de sua candidatura ao governo do Estado Adriano Galdino é um dos nomes para disputar o Governo do Estado com o apoio de João Azevêdo – Por Gutemberg Cardoso 20 de julho de 2024 Adriano Galdino é um dos nomes para disputar o Governo do Estado com o apoio de João Azevêdo - Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Romero recebe proposta dos Cunha Lima; Nilvan Ferreira ganha apoio de João Gonçalves; e Kassab, do PSD, quer Eva Gouveia como candidata a prefeita 19 de julho de 2024 DESTAQUES: Romero recebe proposta dos Cunha Lima; Nilvan Ferreira ganha apoio de João Gonçalves; e Kassab, do PSD, quer Eva Gouveia como candidata a prefeita DESTAQUES: Duas datas importantes para o futuro de Romero; Instituto crava que na PB só terá 2º turno em JP; e Efraim denuncia prefeito de Santa Luzia por demolir monumento  18 de julho de 2024 DESTAQUES: Duas datas importantes para o futuro de Romero; Instituto crava que na PB só terá 2º turno em JP; e Efraim denuncia prefeito de Santa Luzia por demolir monumento  DESTAQUES: Direção de um partido destituiu o diretório de um candidato líder nas pesquisas; Pedrito anuncia apoio a Nilvan; e Lula pode pedir a Veneziano para apoiar Cartaxo 17 de julho de 2024 DESTAQUES: Direção de um partido destituiu o diretório de um candidato líder nas pesquisas; Pedrito anuncia apoio a Nilvan; e Lula pode pedir a Veneziano para apoiar Cartaxo

Está no Hype

Go to Top