Compra de torcedores, censura e prisões: Entenda as principais polêmicas da Copa do catar

A Copa do Mundo do Catar não economizou nas Polêmicas, como já era de se esperar, durante as partidas, dentro e fora de campo muitas foram as controvérsias. Na sua 22ª edição, sendo a primeira realizada em um país oriental, gerou grande expectativa e apreensão de delegações e da imprensa de todo o mundo.

Como publicamos aqui no Blog, desde a sua escolha como país sede, o Catar está envolto de muitos questionamentos, com suspeitas de corrupção, morte de milhares de trabalhadores na construção dos estádios, denúncias de trabalho escravo além da grave denúncia de violação dos direitos humanos em relação ao direito das mulheres e homofobia.

SAIBA MAIS AQUI

Com a bola em campo, como já era de se esperar, as polêmicas começaram com a decisão de se proibir bebidas durante os jogos uma semana antes do início da copa. Gerando um mal estar gigantesco com o principal patrocinador do evento a Budweiser, descumprindo um acordo prévio feito com a Fifa liberando bebidas dentro dos estádios.

Outro ponto sensível, foi a proibição de bandeiras LGBTQIAP+ dentro dos estádios. A Fifa proibiu os capitães de usarem braçadeiras com bandeiras LGBT, o que geriu protesto do time da Alemanha, os jogadores posaram para a foto oficial tapando a boca.

REUTERS/Annegret Hilse

 

Proibição de protestos em defesa dos direitos humanos

No Catar, pessoas da comunidade LGBTQIA+ são discriminadas, e a homossexualidade é criminalizada; imigrantes de países pobres recebem salários baixos e trabalham em condições insalubres; e as mulheres têm restrições às liberdades individuais. Sete atletas que capitaneiam suas equipes pretendiam se posicionar contra costumes e leis da monarquia absolutista ao utilizar a tarja no braço, entre eles o goleiro Manuel Neuer, da Alemanha, estrela do Bayern de Munique.

Outras duas delegações sofreram sanções, a Dinamarca foi proibida de usar uma camisa com mensagem em defesa dos direitos humanos, o mesmo ocorreu com a Bélgica que não pôde usar seu padrão 2 com um arco-íris na gola em alusão à bandeira LGBTQIAP+.

Mais um protesto emblemático veio da delegação inglesa, onde os jogadores se ajoelharam em campo antes do início da partida contra o irã.

Torcedores falsos

Os catarianos teriam contratado torcedores falsos, segundo denúncias de delegações do México, Argentina e Espanha. Imagens circularam no Twitter onde organizadores das torcidas espanhola questionava imagens com torcedores com camisas, bandeiras e cornetas, segundo as postagens, os torcedores teriam traços físicos característicos de países árabes, e suas delegações estariam reunidas em outros locais, diferentes de onde essas “falsos torcedores” estariam concentrados.

Prisões de torcedores

 

Um torcedor foi preso ao invadir o campo com a bandeira da comunidade LGBTQIAP+

O Torcedor Mario Ferri foi preso e banido de todos os estádios da copa do Catar após sua prisão.

Outro exemplo de intolerância em relação à bandeira LGBTQIAP+, foi a apreensão de uma bandeira do estado de Pernambuco, nas mãoes de um repórter de Recife que transmitia ao vivo do Catar.

Jornalista Victor Pereira, credenciado pela Fifa, teve o celular retido por um policial até apagar o vídeo.

Ator e humorista Fábio Rabin foi detido em tenda para onde torcedores alcoolizados são direcionados. No Catar, só é liberado beber em alguns estabelecimentos.

A regra que surpreendeu estrangeiros e gerou muitas críticas é justamente a proibição do consumo de bebida alcoólica nos estádios. No Catar, é permitido beber apenas em alguns estabelecimentos.

Fábio Rabin chegou a abrir uma live ao vivo em suas redes sociais enquanto estava preso, mas um dos agentes percebeu a presença do celular e o humorista interrompeu a gravação.

Política e copa, mistura explosiva

O clima político do Brasil também se fez presente entre as polêmicas da copa do mundo no Catar, o cantor de 80 anos Gilberto Gil foi hostilizado por bolsonaristas antes a estreia do Brasil.

Em vídeos publicados nas redes sociais, é possível observar o momento em que o casal é abordado e recebido pelos torcedores com palavrões. Dentre as ofensas, é possível identificar um torcedor dizendo “Vamo, Lei Rouanet”, em referência à lei de incentivo a projetos culturais, e “Vamo, Bolsonaro”.

– Vem, vem. Você ajudou o Brasil pra c***. Vamos lá. Vai lá. Valeu, Lei Rouanet. Obrigado, filho da p*** – disse um dos torcedores.

Bola fora de Eduardo Bolsonaro

O clima entre Bolsonarista esquentou com uma foto de Eduardo Bolsonaro no Catar, os apoiadores do Presidente que estão acampados em frente aos quartéis se revoltaram com a foto de Eduardo e sua esposa na copa do mundo.

Após o incidente que gerou revolta entre bolsonaristas, Eduardo gravou um vídeo justificando sua viagem com a alegação de que teria ido levar pendrives com vídeos sobre a situação política no Brasil.

 

Polêmicas de Neymar

Mesmo sem entrar em campo o jogador Neymar foi alvo de críticas, após ter falado que iria homenagear o Presidente Bolsonaro quando fizesse gol no Catar, com a polarização política ainda acirrada mesmo após a vitória de Lula, Neymar fez o gol e temendo sanção da Fifa que proibe manifestações políticas, não homenageou Bolsonaro após seu primeiro gol na copa.

Segunda falta de Neymar

Uma foto de Richarlison e Neymar viralizou na internet e tem sido motivo de debate desde o jogo de estreia da seleção brasileira, quando Richarlison brilhou e marcou os dois gols da vitória contra a Sérvia, na Copa do Catar.

Na imagem, Richarlison o abraça com força, mas Neymar não retribui o gesto. Por conta disso, o camisa 10 do Brasil passou a ser criticado na web. Os fãs da Copa do Mundo logo interpretaram a imagem. E entenderam que Neymar não teria gostado do sucesso do companheiro de time.

Cartão vermelho para Tite

Após a derrota do Brasil contra a Croácia, outra polêmica envolveu o técnico da Seleção brasileira, Tite.

O técnico foi direto para o vestiário abandonando jogadores após a disputa dos pênaltis. A atitude de Tite foi duramente criticada pela imprensa e jogadores famosos, afirmando que Tite deveria ter ficado em campo consolando os jogadores.

 

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Por que Deusdete é lembrado para disputar vários cargos?; PT já fez a coleta da pesquisa em JP; e prefeito Kiko escolheu errado o seu candidato em Caaporã 17 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que Deusdete é lembrado para disputar vários cargos?; PT já fez a coleta da pesquisa em JP; e prefeito Kiko escolheu errado o seu candidato em Caaporã DESTAQUES: Por que Roberto de Souza saiu da secretaria de educação?; Jhony está atuando para frente de oposição em CG; e Indicação de Wilson filho visa 2026 14 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que Roberto de Souza saiu da secretaria de educação?; Jhony está atuando para frente de oposição em CG; e Indicação de Wilson filho visa 2026 DESTAQUES: Por que a secretária Maria Suely foi demitida; os nomes escolhidos pelo governador foram adiantados pelo Polêmica Paraíba; e quais os motivos para Wilson Filho assumir a Educação 13 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que a secretária Maria Suely foi demitida; os nomes escolhidos pelo governador foram adiantados pelo Polêmica Paraíba; e quais os motivos para Wilson Filho assumir a Educação DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade 12 de junho de 2024 DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar “meia secretaria de educação’’ 11 de junho de 2024 DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar "meia secretaria de educação’’

Está no Hype

Go to Top