Em JP, Bolsonaro diz que ‘tem o que mostrar’ e planeja jantar com apoiadores: “Bem acompanhado”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) pousou em solo paraibano por volta de 10h da manhã desta quinta-feira (5), no Aeroporto Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, de onde pegou um helicóptero para cumprir agenda oficial no município de Itatuba.

Antes de embarcar, no entanto, Bolsonaro falou com a imprensa. Acompanhado do ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga, do deputado federal Wellington Roberto (PL), os pré-candidatos ao Senado Bruno Roberto (PL) e Efraim Filho (União), o pré-candidato a governador Nilvan Ferreira (PL), entre outros, Bolsonaro disse que iniciou suas viagens pelo Brasil pois sua gestão “tem o que mostrar”.

“Eu ando o Brasil todo, a gente tem o que mostrar, tem o que apresentar, e estou orgulhoso de voltar novamente ao Nordeste, à Paraíba. Cumprindo missão, né, missão que é administrar da melhor maneira possível o nosso Brasil”, disse. Aos gritos de ‘mito’, dezenas de apoiadores esperaram a passagem do presidente pelo aeroporto.

Bolsonaro confirmou que não voltará à Brasília e passará a noite em João Pessoa para seguir sua agenda oficial nessa sexta-feira em Guiana. O presidente afirmou que nesta noite pretende comer em um “local tranquilo”, afirmando que está bem acompanhado.

“Eu não volto à Brasília. A comitiva, uma parte volta, e eu pernoito aqui. Pretendo comer uma pizza à noite em um local tranquilo com o povo. [Estou] Bem acompanhado aqui com alguns colegas que estão comigo, Wellington Roberto entre outros. A turma toda está aí, Gilvan [se confundiu ao citar Nilvan Ferreira], bater um papo”, disse.

Agenda

Bolsonaro cumpre agenda em dois municípios paraibanos. Primeiro ele estará em Itatuba, região metropolitana de Campina Grande, onde participará da solenidade de entrega da primeira etapa do Canal Vertentes Litorânea.

À tarde, a comitiva presidencial se dirige até Gurinhém, onde está prevista a assinatura da portaria que institui o programa ‘Cuida Mais Brasil’, que visa ampliar o número de pediatras e ginecologista no SUS.

Segundo informações do blog Conversa Política, o presidente deverá permanecer no 1º Grupamento de Engenharia, em João Pessoa, durante a noite de hoje.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  19 de abril de 2024 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  DESTAQUES: O sonho de Lula é eleger João Azevêdo e Poliana Dutra em 2026; candidatura de Romero vira aposta em CG; e Wilson Santiago aparenta estar omisso na briga para mudar o secretário de educação 18 de abril de 2024 DESTAQUES: O sonho de Lula é eleger João Azevêdo e Poliana Dutra em 2026; candidatura de Romero vira aposta em CG; e Wilson Santiago aparenta estar omisso na briga para mudar o secretário de educação DESTAQUES: Galdino diz que Republicanos vai indicar o vice de Romero em CG; Aguinaldo foi escolhido líder da maioria no congresso; e Júnior Araújo não pensa em formar um g8 ou g11 na ALPB 17 de abril de 2024 DESTAQUES: Galdino diz que Republicanos vai indicar o vice de Romero em CG; Aguinaldo foi escolhido líder da maioria no congresso; e Júnior Araújo não pensa em formar um g8 ou g11 na ALPB DESTAQUES: Daniella Ribeiro será senadora em 2026; presidente do Sousa deve ser o vice do prefeito Tyrone; e Domiciano Cabral foi relapso e abandonou a defesa de Sara Cabral 16 de abril de 2024 DESTAQUES: Daniella Ribeiro será senadora em 2026; presidente do Sousa deve ser o vice do prefeito Tyrone; e Domiciano Cabral foi relapso e abandonou a defesa de Sara Cabral DESTAQUES: Bolsonaro dá esporro em Queiroga e Sérgio Queiroz; PL decidiu que não vai apoiar filho de Wellington Roberto em CG; e Sara Cabral não pode concorrer em Bayeux 12 de abril de 2024 DESTAQUES: Bolsonaro dá esporro em Queiroga e Sérgio Queiroz; PL decidiu que não vai apoiar filho de Wellington Roberto em CG; e Sara Cabral não pode concorrer em Bayeux

Está no Hype

Go to Top