Empresário de Renan Bolsonaro é preso por comércio ilegal de armas

Preso por porte e comércio ilegal de armas, Maciel Carvalho também é investigado pelos crimes lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato; Suspeito pode pagar mais de 19 anos de prisão

O empresário e influenciador digital Maciel Carvalho foi preso na manhã desta quinta-feira (5/1), em Águas Claras. Como principal alvo da Operação Falso Coach, deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Maciel é investigado pelos crimes de posse e comércio ilegal de armas de fogo.

Pelas investigações, o suspeito teria usado documentos falsos para comprar um arsenal de armas. Com mais de 420 mil seguidores, Maciel é empresário de Jair Renan, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Durante a operação, os policiais apreenderam armas de fogo, munições, aparelhos celulares, computadores e documentos diversos.

De acordo com a polícia, Maciel também é investigado pelos crimes de falsificação de documentos, estelionato, organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, uso de documento falso e disparo de arma de fogo, podendo pegar até 19 anos de prisão.

Operação

A Operação Falso Coach (treinador, em inglês) visou coibir os crimes de posse, porte e comércio ilegal de armas de fogo, mediante falsificação e uso de documentos falsos praticados pelo influencer.

Na manhã desta quinta (5/1), a PCDF cumpriu três mandados de busca e apreensão em um imóvel de Águas Claras e em duas salas comerciais, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG). Em uma delas, funcionava uma loja de armas, munição e acessórios.

Toda a investigação é conduzida pela Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (Corf), da Polícia Civil do DF, com apoio do Exército Brasileiro.

De acordo com a polícia, Maciel ministrava cursos de armamentos e tiros e vendia armas por meio das redes sociais, onde postava anúncios para atrair clientes e alunos. Os policiais apreenderam diversas armas de fogo, munições, aparelhos celulares, computadores e documentos diversos.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Por que Deusdete é lembrado para disputar vários cargos?; PT já fez a coleta da pesquisa em JP; e prefeito Kiko escolheu errado o seu candidato em Caaporã 17 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que Deusdete é lembrado para disputar vários cargos?; PT já fez a coleta da pesquisa em JP; e prefeito Kiko escolheu errado o seu candidato em Caaporã DESTAQUES: Por que Roberto de Souza saiu da secretaria de educação?; Jhony está atuando para frente de oposição em CG; e Indicação de Wilson filho visa 2026 14 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que Roberto de Souza saiu da secretaria de educação?; Jhony está atuando para frente de oposição em CG; e Indicação de Wilson filho visa 2026 DESTAQUES: Por que a secretária Maria Suely foi demitida; os nomes escolhidos pelo governador foram adiantados pelo Polêmica Paraíba; e quais os motivos para Wilson Filho assumir a Educação 13 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que a secretária Maria Suely foi demitida; os nomes escolhidos pelo governador foram adiantados pelo Polêmica Paraíba; e quais os motivos para Wilson Filho assumir a Educação DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade 12 de junho de 2024 DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar “meia secretaria de educação’’ 11 de junho de 2024 DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar "meia secretaria de educação’’

Está no Hype

Go to Top