João Azevêdo rebate fala de Vitor Hugo e afirma que há espaço para Efraim e Aguinaldo em chapa: “Vocês vão ver no futuro”

O governador João Azevêdo (PSB) rebateu, nesta segunda-feira (14), a crítica pública feita pelo prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo (União Brasil), de que João estaria “abandonando” Efraim Filho (União Brasil), pré-candidato ao Senado Federal, nas conversas para formação de sua chapa majoritária.

Vitor disse que João teria abandonado Efraim e trazido um “opositor para satisfazer o ego familiar”, se referindo ao também pré-candidato ao Senado, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP). “Três senadores de Campina?”, continuou Vitor, demonstrando apoio ao colega de partido.

Cumprindo agenda nesta segunda-feira, o governador João Azevêdo rebateu a crítica feita por Vitor Hugo, também aliado da gestão estadual. Questionado pela imprensa acerca da declaração, João ironizou a fala: “Espero que o prefeito não esteja montando minha chapa”. Ele foi além e disse ainda que ambos Efraim e Aguinaldo cabem em uma mesma chapa majoritária.

“Essas datas são muito mais colocadas por vocês [imprensa]. Estamos conversando. Não há data. Assim que tivermos com a equação montada, vamos apresentar. Podem ficar tranquilos”, falou o governador.

Perguntado da possibilidade de ambos integrarem a mesma chapa, tese que já foi defendida publicamente por alguns aliados do governador, Azevêdo deixou em aberto a possibilidade.

“Cabe sim, vocês vão ver no futuro. Haverá sim a possibilidade de termos uma discussão franca e clara com relação a essa questão. Está sendo tratado e vai ser anunciado. Estamos montando essa agenda”, concluiu.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade 12 de junho de 2024 DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar “meia secretaria de educação’’ 11 de junho de 2024 DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar "meia secretaria de educação’’ DESTAQUES: Quais nomes podem assumir as secretarias do Governo; Cartaxo deve ser o candidato do PT em JP; e Renata Nóbrega pode voltar para Secretaria de Saúde 10 de junho de 2024 DESTAQUES: Quais nomes podem assumir as secretarias do Governo; Cartaxo deve ser o candidato do PT em JP; e Renata Nóbrega pode voltar para Secretaria de Saúde DESTAQUES: Em 2026, a ALPB vai eleger um governador de forma indireta; Nominando vai ser o prefeito de JP por oito dias; e CMJP tem uma oposição definida e um novo líder 7 de junho de 2024 DESTAQUES: Em 2026, a ALPB vai eleger um governador de forma indireta; Nominando vai ser o prefeito de JP por oito dias; e CMJP tem uma oposição definida e um novo líder DESTAQUES: Quais nomes devem assumir as secretarias do governo; Republicanos vai exigir a vaga de vice de Jhony em CG; e Antônio Roberto revela qual seu destino 6 de junho de 2024 DESTAQUES: Quais nomes devem assumir as secretarias do governo; Republicanos vai exigir a vaga de vice de Jhony em CG; e Antônio Roberto revela qual seu destino

Está no Hype

Go to Top