Mesmo após fala de Lula, Anísio e Mikika divergem acerca de exclusividade de palanque do petista na Paraíba; confira

Em entrevista ao Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan, nesta quarta-feira (27), o vereador de João Pessoa, Mikika Leitão (MDB) e o deputado estadual Anísio Maia (PSB), divergiram acerca da fala que foi feita pelo ex-presidente Lula (PT) nessa t

Na ocasião, Lula citou o governador João Azevêdo (PSB), o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) e o ex-governador Ricardo Coutinho (PT) e disse que em breve virá à Paraíba para dialogar com todos eles, afirmando que não rejeita apoio de ninguém.

Como já é sabido, a presença de Lula no palanque é disputada pelos pré-candidatos a governador João Azevêdo e Veneziano. Enquanto Veneziano e o PT estadual, que apoia sua pré-candidatura, defendem um palanque único para Lula, Azevêdo prega que Lula deve ter múltiplos palanques, incluindo o seu.

“Eu sabia que a qualquer momento isso ia ser devidamente esclarecido. Infelizmente tem um grupo de pessoas na Paraíba querendo transformar a campanha de Lula em uma campanha particular de um grupo específico. Mas na verdade a campanha de Lula tem que ser em toda a Paraíba e de todo o Brasil, portanto não pode ter restrição e condicionamento”, falou Anísio.

Já Mikika, reforçou a tese de que Lula não rejeita apoio de ninguém, mas voltou a afirmar que o ex-presidente terá palanque único, o do pré-candidato a governador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), na Paraíba.

“Achei muito boa [a fala de Lula]. Ele já está com a chapa pronta aqui na Paraíba, que é com o companheiro Veneziano Vital do Rêgo e com Ricardo Coutinho. Mas ele não é daquele tipo que rejeita apoio e voto. Ele disse que até os votos dos ex-bolsonaristas ele aceita”, falou Mikika.

“O palanque dele já está formado aqui com Veneziano e Ricardo, é um palanque exclusivo. Agora os apoios do governador, da vice-governadora, isso aí é lógico que será bem vindo”, emendou o vereador.

Anísio, que agora está no PSB, disse que qualquer apoio para o ex-presidente Lula é bem-vindo para a sua campanha: “Pra nós, quanto mais palanque tiver, melhor”, disse. O parlamentar apoia a pré-candidatura de Azevêdo ao Palácio da Redenção.

erça-feira (26), que disse que tem um  “problema bom”, à respeito de seu palanque no Estado.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  19 de abril de 2024 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  DESTAQUES: O sonho de Lula é eleger João Azevêdo e Poliana Dutra em 2026; candidatura de Romero vira aposta em CG; e Wilson Santiago aparenta estar omisso na briga para mudar o secretário de educação 18 de abril de 2024 DESTAQUES: O sonho de Lula é eleger João Azevêdo e Poliana Dutra em 2026; candidatura de Romero vira aposta em CG; e Wilson Santiago aparenta estar omisso na briga para mudar o secretário de educação DESTAQUES: Galdino diz que Republicanos vai indicar o vice de Romero em CG; Aguinaldo foi escolhido líder da maioria no congresso; e Júnior Araújo não pensa em formar um g8 ou g11 na ALPB 17 de abril de 2024 DESTAQUES: Galdino diz que Republicanos vai indicar o vice de Romero em CG; Aguinaldo foi escolhido líder da maioria no congresso; e Júnior Araújo não pensa em formar um g8 ou g11 na ALPB DESTAQUES: Daniella Ribeiro será senadora em 2026; presidente do Sousa deve ser o vice do prefeito Tyrone; e Domiciano Cabral foi relapso e abandonou a defesa de Sara Cabral 16 de abril de 2024 DESTAQUES: Daniella Ribeiro será senadora em 2026; presidente do Sousa deve ser o vice do prefeito Tyrone; e Domiciano Cabral foi relapso e abandonou a defesa de Sara Cabral DESTAQUES: Bolsonaro dá esporro em Queiroga e Sérgio Queiroz; PL decidiu que não vai apoiar filho de Wellington Roberto em CG; e Sara Cabral não pode concorrer em Bayeux 12 de abril de 2024 DESTAQUES: Bolsonaro dá esporro em Queiroga e Sérgio Queiroz; PL decidiu que não vai apoiar filho de Wellington Roberto em CG; e Sara Cabral não pode concorrer em Bayeux

Está no Hype

Go to Top