MUDANÇA NA POLÍTICA DE PREÇO: Petrobras baixa preço de gasolina e diesel e gás de cozinha

O Governo Lula modificou a política de Preço de Paridade de Importação (PPI), que atrelava ao dólar o preço do petróleo produzido pela Petrobras. A mudança foi feita no Governo Temer e ampliada no Governo Bolsonaro.

Essa mudança de preços no modelo PPI fez o valor dos combustíveis dispararem no país, fazendo do Brasil um dos países com combustíveis mais caros do mundo. A nova política adotada pelo Governo, vai considerar a participação da Petrobras em cada mercado e região onde a empresa atua. Além disso, serão consideradas “a otimização dos nossos ativos de refino e a rentabilidade de maneira sustentável”, disse a empresa em comunicado.

“Com essa estratégia comercial, a Petrobras vai ser mais eficiente e competitiva, atuando com mais flexibilidade para disputar mercados com seus concorrentes. Vamos continuar seguindo as referências de mercado, sem abdicar das vantagens competitivas de ser uma empresa com grande capacidade de produção e estrutura de escoamento e transporte em todo o país” disse o presidente da estatal Jean Paul Prates.

Os reajustes nos preços não terão periodicidade definida. Em comunicado à imprensa, o presidente garantiu que  os investimentos  previstos no Planejamento Estratégico da companhia não sofrerão alteração.

Espera-se que após a mudança na política de precificação, tendo em vista que os valores adotados no país estão acima preço praticado no mercado internacional, a companhia tem margem para redução, a diminuição dos valores da Gasolina e óleo diesel são as seguintes:

Gasolina: – R$ 0,40 por litro (-12,6%) –

Diesel: – R$ 0,44 por litro (-12,8%) –

Botijão de 13kg: – R$8,97 (-21,3%)

Após o anúncio da mudança de precificação, a Ibovespa opera em alta com ações da Petrobras avançando.

As medidas foram definidas ontem (15) após reunião do conselho da estatal, após várias reinvindicações do Presidente Lula, tendo em vista que a ação é uma das suas promessas de campanha.

 

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Faltam 11 capítulos para terminar a novela Romero; Daniella Ribeiro pode ocupar uma vaga no TCE; e Galdino faz discurso em prol de sua candidatura ao governo do Estado 22 de julho de 2024 DESTAQUES: Faltam 11 capítulos para terminar a novela Romero; Daniella Ribeiro pode ocupar uma vaga no TCE; e Galdino faz discurso em prol de sua candidatura ao governo do Estado Adriano Galdino é um dos nomes para disputar o Governo do Estado com o apoio de João Azevêdo – Por Gutemberg Cardoso 20 de julho de 2024 Adriano Galdino é um dos nomes para disputar o Governo do Estado com o apoio de João Azevêdo - Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Romero recebe proposta dos Cunha Lima; Nilvan Ferreira ganha apoio de João Gonçalves; e Kassab, do PSD, quer Eva Gouveia como candidata a prefeita 19 de julho de 2024 DESTAQUES: Romero recebe proposta dos Cunha Lima; Nilvan Ferreira ganha apoio de João Gonçalves; e Kassab, do PSD, quer Eva Gouveia como candidata a prefeita DESTAQUES: Duas datas importantes para o futuro de Romero; Instituto crava que na PB só terá 2º turno em JP; e Efraim denuncia prefeito de Santa Luzia por demolir monumento  18 de julho de 2024 DESTAQUES: Duas datas importantes para o futuro de Romero; Instituto crava que na PB só terá 2º turno em JP; e Efraim denuncia prefeito de Santa Luzia por demolir monumento  DESTAQUES: Direção de um partido destituiu o diretório de um candidato líder nas pesquisas; Pedrito anuncia apoio a Nilvan; e Lula pode pedir a Veneziano para apoiar Cartaxo 17 de julho de 2024 DESTAQUES: Direção de um partido destituiu o diretório de um candidato líder nas pesquisas; Pedrito anuncia apoio a Nilvan; e Lula pode pedir a Veneziano para apoiar Cartaxo

Está no Hype

Go to Top