NO RÁDIO E TV: Com João na liderança, confira quanto tempo de exibição os pré-candidatos a governador da PB deverão ter de propaganda eleitoral gratuita

No último sábado (30) o canal CNN Brasil divulgou um prognóstico de quanto tempo os pré-candidatos a presidente deverão ter de propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão nas eleições deste ano. O horário eleitoral gratuito começa a ser exibido em 26 de agosto.

Com base nisso, o Polêmica Paraíba também fez uma projeção de quanto deverá ser o tempo de exibição dos pré-candidatos a governador da Paraíba para o próximo pleito. Serão sete candidaturas.

A propaganda eleitoral gratuita para o cargo será exibida às segundas, quartas e sextas, das 7h15 às 7h25 e das 12h15 às 12h25 no rádio; e das 13h15 às 13h25 e das 20h35 às 20h45 na televisão, totalizando quatro blocos de dez minutos por dia, sendo dois no rádio e dois na televisão.

O tempo que cada candidato terá direito é calculado a partir do tamanho da bancada federal na Câmara eleita em 2018 de cada partido (ou federação) que compõe a coligação, desconsiderando as trocas posteriores de partidos por parlamentares. Essa soma equivale a 90% do total de tempo de exibição, sendo os outros 10% divididos igualitariamente entre todos os candidatos.

Vale ressaltar que nas coligações para eleições majoritárias, é somente levado em conta o resultado da soma da quantidade de representantes dos seis maiores partidos ou federações que a integrem.

Além da propaganda eleitoral gratuita, emissoras de rádio e televisão deverão reservar, ainda, de segunda-feira a domingo, 70 minutos diários para a propaganda eleitoral gratuita para as chamadas ‘inserções’, de 30 e 60 segundos, distribuídas ao longo da programação entre 5h e 24h.

Os cálculos a seguir são apenas um prognóstico do tempo que os candidatos deverão ter. Após a confirmação das candidaturas e dos partidos que farão parte das mesmas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) irá divulgar o tempo correto, no dia 12 de agosto.

Confira a seguir as previsões de tempo para cada candidato, separados por ordem alfabética. As quantidades a seguir são referentes a um bloco de 10 minutos:

Adjany Simplício – PSOL, Rede e UP

PSOL e Rede estão juntos em uma federação partidária, e aliados a eles, o Unidade Popular integra a chapa majoritária da candidata a governadora Adjany Simplício. Foram 11 deputados federais eleitos se somadas as três legendas, o que pode resultar em um tempo de 21 segundos para a candidata.

Antônio Nascimento – PSTU

O PSTU não teve parlamentar eleito em 2018, e portanto, Antônio Nascimento deverá ter direito apenas ao tempo igualitário cedido a todos os candidatos, que deverá ser de 8 segundos.

João Azevêdo – PSB, Republicanos, PP, PSD, Podemos, Avante, Solidariedade, PMN, Agir 36

O atual governador João Azevêdo é quem mais tem partidos na sua base aliada, e com isso, deverá ter o maior tempo de exibição de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. A previsão é de que João obtenha 200 segundos (três minutos e 20 segundos), proveniente de 159 parlamentares eleitos em 2018 (foram eleitos 171, porém é contabilizado apenas a soma dos seis maiores partidos).

Major Fábio – PRTB

Major Fábio é outro pré-candidato que seu partido não obteve representação na Câmara dos Deputados em 2018. Portanto, a conta para ele é a mesma de Antônio Nascimento: prováveis 8 segundos.

Nilvan Ferreira – PL

A preço de hoje, Nilvan Ferreira tem apenas o PL na sua composição. Com isso, o pré-candidato bolsonarista deverá ter 48 segundos de exibição, fruto de 33 parlamentares eleitos pelo PL em 2018.

Pedro Cunha Lima – PSDB, Cidadania, União Brasil, PSC, PTB, PMB, PROS

Ao que tudo indica, o pré-candidato tucano é quem deve ter a segunda maior fatia, graças aos 144 parlamentares eleitos em 2018 dentre os partidos da sua coligação. Pedro deverá ter 182 segundos (três minutos e dois segundo) de exibição.

Veneziano – MDB, PT, PV, PCdoB

O MDB está aliado à federação composta por PT, PV e PCdoB para as eleições estaduais deste ano. Com isso, o senador Veneziano deve ter 130 segundos de exibição de propaganda eleitoral gratuita, fruto dos 101 parlamentares eleitos por essas quatro legendas em 2018 na Câmara Federal.

As alianças elencadas nesta matéria têm como base a data de fechamento desta matéria, quinta-feira (4). Qualquer outra adição de partido em uma coligação posterior a essa data não foi considerada.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

Romero não disputa a prefeitura de Campina Grande! 10 sinais para essa decisão – Por Gutemberg Cardoso 27 de maio de 2024 Romero não disputa a prefeitura de Campina Grande! 10 sinais para essa decisão - Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz 24 de maio de 2024 DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso 23 de maio de 2024 Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB 22 de maio de 2024 DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann 21 de maio de 2024 DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann

Está no Hype

Go to Top