O PERIGO CONTINUA: Bolsonaro condiciona respeito às urnas: “Se eleições forem limpas”

 

Reprodução

Em sabatina no Jornal Nacional, da TV Globo, nesta segunda-feira (22/8), o presidente Jair Bolsonaro (PL) assumiu compromisso público de que serão respeitados os resultados das urnas, mas voltou a condicionar esse “respeito”: “Desde que [as eleições] sejam limpas e transparentes”.

“Teremos eleições”, disse o candidato à reeleição ao ser questionado no início da entrevista. O âncora William Bonner insistiu para que o presidente garantisse que ele vai respeitar o resultado das urnas. “Serão respeitados os resultados das urnas desde que as eleições sejam limpas e transparentes”. O presidente afirmou ainda que a “questão da transparência” será decidida também pelas Forças Armadas.

O tema dos ataques de Bolsonaro ao sistema eleitoral abriu a sabatina. Logo no início, Bolsonaro foi perguntado acerca dos embates com o Judiciário e sobre ter xingado ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), como Alexandre de Moraes. Ele chegou a negar, mas foi lembrado por Bonner que chamou o magistrado de “canalha”.

O presidente disse então que foi perseguido por Alexandre de Moraes, e que foi preciso ele “provocar algo” para que o país tenha “eleições livres”.

Sabatinas no Jornal Nacional

Bolsonaro abre a série de entrevistas do noticioso da TV Globo com os candidatos ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano. Ele é entrevistado pelos âncoras William Bonner e Renata Vasconcelos no estúdio montado exclusivamente para as entrevistas dos presidenciáveis.

A sabatina ocorreu no primeiro bloco do telejornal e sem interrupções para intervalo comercial.

Após a entrevista, Bolsonaro conversou com apoiadores na saída dos estúdios da Globo e abriu uma live. Ele voltou a convocar os bolsonaristas para atos em apoio ao governo no dia 7 de Setembro e encerrou a gravação dizendo que iria procurar “um cachorro-quente ou um churrasquinho de gato” para finalizar a noite.

As sabatinas têm 40 minutos de duração e são feitas ao vivo diretamente dos “Estúdios Globo”, anteriormente chamado de Projac, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

As datas e a ordem das entrevistas foram definidas por sorteio em 1º de agosto com representantes dos partidos dos presidenciáveis.  https://www.metropoles.com/brasil/eleicoes-2022/bolsonaro-condiciona-respeito-as-urnas-se-eleicoes-forem-limpas  Veja:

  1. Segunda-feira (22/8): Jair Bolsonaro (PL)
  2. Terça-feira (23/8): Ciro Gomes (PDT)
  3. Quarta-feira (24/8): sem entrevista
  4. Quinta-feira (25/8): Lula (PT)
  5. Sexta-feira (26/8): Simone Tebet (MDB)

 

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

Romero não disputa a prefeitura de Campina Grande! 10 sinais para essa decisão – Por Gutemberg Cardoso 27 de maio de 2024 Romero não disputa a prefeitura de Campina Grande! 10 sinais para essa decisão - Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz 24 de maio de 2024 DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso 23 de maio de 2024 Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB 22 de maio de 2024 DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann 21 de maio de 2024 DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann

Está no Hype

Go to Top