POR QUE MUDARAM? Saiba os motivos que levaram 10 partidos políticos a mudarem seus nomes

Nos últimos anos, ao menos 10 partidos políticos mudaram de nome, com o objetivo de se aproximar cada vez mais do eleitorado brasileiro. A quase totalidade, porém, alterou sua nomenclatura recentemente. Algumas siglas também surgiram após fusão ou incorporação de legendas que não atingiram a cláusula de desempenho estipulada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O primeiro dessa lista é o Partido da República (PR), que, em 2019, mudou para Partido Liberal (PL). O seu filiado mais popular é o ex-presidente da República, Jair Bolsonaro, defensor de pautas conservadoras.

Também mudou de roupagem o Partido Republicano Brasileiro (PRB), com raízes na Igreja Universal do Reino de Deus. Passou a se chamar apenas Republicanos a partir de 2019.

Após críticas da população, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, o PMDB, resolveu voltar às origens, da época da ditadura militar, e retirou o “partido” de sua nomenclatura. A sigla pretende, futuramente, se chamar apenas “Movimento”.

Já o Partido Popular Socialista (PPS), outrora associado à centro-esquerda, virou Cidadania e se aproximou da centro-direita. Por sua vez, o Partido Trabalhista Cristão (PTC) passou a se chamar Agir.

O PTdoB virou Avante. O PSDC se intitula agora Democracia Cristã. O PEN passou a ser denominado Patriota. O Partido Trabalhista Nacional (PTN), nascido no pós segunda guerra mundial, agora se intitula como Podemos.

Já o Partido Social Democrata Cristão (PSDC), presidido pela figura emblemática de José Maria Eymael, agora é apenas Democracia Cristã, ou DC para os mais íntimos.

Por último, o Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) virou Avante e o Partido da Mobilização Nacional (PMN) virou MOBILIZA.

Legendas incorporadas

Há também os casos de legendas que, sob o risco de desaparecerem, foram incorporadas por partidos com maior estrutura e visibilidade política. Nesse movimento, o Partido Humanista da Solidariedade (PHS) foi levado para dentro do Podemos; o Partido Republicano Progressista (PRP) foi absorvido pelo Patriota; o Partido Pátria Livre (PPL) foi abarcado pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB); e o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) foi para o Solidariedade.

Siglas em fusão

Além disso, existem as siglas que, ao lado de outras, se fundiram em um novo partido. Democratas (DEM) e Partido Social Liberal (PSL) viraram União Brasil e Patriota e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) criaram o Partido Renovação Democrática (PRD).

Quais os motivos?

Para muitos especialistas, a mudança é uma estratégia para ganhar uma sobrevida nas próximas eleições. O desgaste dos partidos e da própria classe política, marcado nas eleições de 2018 com a rejeição do eleitorado, foram os grandes motivos dessas mudanças.

No entanto, apesar do esforço das legendas em apresentar uma cara nova, para o eleitor essas mudanças surtem pouco efeito, tornando-se uma questão mais superficial. Mesmo com a mudança da “marca”, as estruturas e lideranças permanecem as mesmas. Consequentemente, a ideologia dos partidos segue sem quaisquer mudanças, em sua grande maioria.

Por sua vez, as incorporações partidárias — quando um partido absorve a estrutura e os filiados de outra legenda — busca ampliar a representatividade das siglas. Além disso, é uma questão de sobrevivência das legendas diante da cláusula de desempenho eleitoral.

Em 2017, o Congresso aprovou uma cláusula de desempenho, que definiu critérios mínimos de desempenho eleitoral para que um partido tenha acesso ao dinheiro do fundo partidário e à propaganda gratuita no rádio e na televisão.

A cláusula de desempenho também exige que o partido obtenha, para a Câmara dos Deputados, mínimo de 2% dos votos válidos distribuídos em pelo menos um terço das unidades da Federação ou eleja pelo menos 11 deputados federais distribuídos em pelo menos um terço das unidades da Federação.

Logo, abaixo, você vai poder conferir os partidos que trocaram a sigla, foram incorporados ou se fundiram a outros.

Partidos que mudaram de nome:

  1. PRB: Partido Republicano Brasileiro virou Republicanos
  2. PMDB: Partido do Movimento Democrático Brasileiro virou MDB: Movimento Democrático Brasileiro
  3. PTN: Partido Trabalhista Nacional virou Pode: Podemos
  4. PR: Partido da República virou PL: Partido Liberal
  5. PPS: Partido Popular Socialista virou Cidadania
  6. PSDC: Partido Social Democrata Cristão virou DC: Democracia Cristã
  7. PEN: Partido Ecológico Nacional virou Patriota
  8. PTdoB: Partido Trabalhista do Brasil virou Avante
  9. PTC: Partido Trabalhista Cristão virou AGIR
  10. PMN: Partido da Mobilização Nacional virou MOBILIZA

Partidos que foram incorporados:

  1. Pode: Podemos incorporou PHS: Partido Humanista da Solidariedade
  2. Patriota incorporou PRP: Partido Republicano Progressista
  3. PCdoB: Partido Comunista do Brasil incorporou PPL: Partido Pátria Livre 
  4. SOLIDARIEDADE incorporou PRÓS – Partido Republicano da Ordem Social 
  5. Pode: Podemos incorporou PSC: Partido Social Cristão

Partidos que foram fundidos:

  1. DEM: Democratas e PSL: Partido Social Liberal viraram União: União Brasil
  2. PATRIOTA: Patriota e PTB: Partido Trabalhista Brasileiro viraram PRD: Partido Renovação Democrática

 

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Faltam 11 capítulos para terminar a novela Romero; Daniella Ribeiro pode ocupar uma vaga no TCE; e Galdino faz discurso em prol de sua candidatura ao governo do Estado 22 de julho de 2024 DESTAQUES: Faltam 11 capítulos para terminar a novela Romero; Daniella Ribeiro pode ocupar uma vaga no TCE; e Galdino faz discurso em prol de sua candidatura ao governo do Estado Adriano Galdino é um dos nomes para disputar o Governo do Estado com o apoio de João Azevêdo – Por Gutemberg Cardoso 20 de julho de 2024 Adriano Galdino é um dos nomes para disputar o Governo do Estado com o apoio de João Azevêdo - Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Romero recebe proposta dos Cunha Lima; Nilvan Ferreira ganha apoio de João Gonçalves; e Kassab, do PSD, quer Eva Gouveia como candidata a prefeita 19 de julho de 2024 DESTAQUES: Romero recebe proposta dos Cunha Lima; Nilvan Ferreira ganha apoio de João Gonçalves; e Kassab, do PSD, quer Eva Gouveia como candidata a prefeita DESTAQUES: Duas datas importantes para o futuro de Romero; Instituto crava que na PB só terá 2º turno em JP; e Efraim denuncia prefeito de Santa Luzia por demolir monumento  18 de julho de 2024 DESTAQUES: Duas datas importantes para o futuro de Romero; Instituto crava que na PB só terá 2º turno em JP; e Efraim denuncia prefeito de Santa Luzia por demolir monumento  DESTAQUES: Direção de um partido destituiu o diretório de um candidato líder nas pesquisas; Pedrito anuncia apoio a Nilvan; e Lula pode pedir a Veneziano para apoiar Cartaxo 17 de julho de 2024 DESTAQUES: Direção de um partido destituiu o diretório de um candidato líder nas pesquisas; Pedrito anuncia apoio a Nilvan; e Lula pode pedir a Veneziano para apoiar Cartaxo

Está no Hype

Go to Top