Ao menos 11 atentados contra escolas foram realizados durante governo Bolsonaro

Nos últimos quatro anos foram registrados ao menos seis atentados com uso de arma de fogo e outros cinco com bombas, facas e até uma machadinha. Só nos últimos dois meses, ocorreram três ataques.

“Isso não acontecia no Brasil”. Com esta frase, o vice-presidente Hamilton Mourão comentou o atentado ocorrido em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, ocorrido em março de 2019. De fato, a onda de atentados e ameaças de massacres em escolas teve uma escalada digna de nota nos últimos quatro anos, sendo o atentado a uma escola na cidade de Aracruz (ES) nesta sexta (25) a tragédia mais recente.

Só nos últimos dois meses, foram realizados três ataques em escolas brasileiras, em Barreiras (BA), em Sobral (CE) e em Aracruz (ES). Em um dos casos, a arma pertencia a um policial militar, no outro, a propriedade era registrada como CAC (colecionador, atirador desportivo ou caçador). No caso mais recente, o atirador foi preso com uma pistola, mas ainda não há mais detalhes sobre o caso.

Escalada de violência

Entre 2019 e 2022 o Brasil testemunhou ao menos 11 atentados cometidos em escolas, sendo seis deles com uso de armas de fogo. Outros cinco foram realizados com bombas caseiras, facas e até armas menos convencionais, como uma machadinha. Além dos atentados efetivados, foram feitas pelo menos 28 ameaças de massacres, que chegaram a resultar em interrogatórios, apreensões de armas, suspensão de aulas e provas ou abertura de investigações. Em alguns casos as forças de segurança conseguiram impedir ataques já planejados. Em um colégio particular em Alphaville, na Grande São Paulo, a mensagem escrita na parede de uma instituição era acompanhada por uma suástica, símbolo nazista. Mensagens similares foram encontradas em escolas por todo o Brasil. O ano de 2022 concentra o maior número de ameaças.

Em paralelo, até agora o governo Bolsonaro editou 19 decretos, 17 portarias, duas resoluções e três instruções normativas, além de dois projetos de lei que flexibilizam as regras de acesso a armas de fogo e munições. Os CACs foram os principais beneficiados com uma série de flexibilizações.

Caso de maior repercussão no país. Depois de matar o dono de uma locadora e roubar um carro, dois atiradores invadiram a Escola Estadual Raul Brasil e abriram fogo a esmo no horário do intervalo. No colégio, eles mataram cinco estudantes, duas funcionárias do da instituição e, logo em seguida, morreram.

Os atiradores eram ex-alunos da escola e foram identificados pela polícia como Guilherme Tauci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Inicialmente, a polícia divulgou que a dupla havia se suicidado. Durante a tarde, porém, o comandante geral da PM, coronel Marcelo Vieira Salles, afirmou que só podia dizer que foram ouvidos dois tiros antes que eles caíssem.

07 nov 2019 – Caraí (MG)

No pacato distrito de Ponto do Marambaia, pertencente a Caraí, no Vale do Jequitinhonha (MG), um estudante de 17 anos, vestido de preto e armado com uma garrucha e um facão, invadiu a Escola Estadual Orlando Tavares, em que estudava, ateou fogo a mochilas de colegas e investiu atirando contra alunos, ferindo dois deles. O jovem foi apreendido pela polícia.

04 mai 2021 – Saudade (SC)

Outro caso que causou bastante comoção nacional, o ataque neste caso foi a uma creche. O atentado deixou três crianças e duas funcionárias da escola mortas. Um bebê de 1 ano e 8 meses foi internado. Preso desde 4 de maio de 2021, o responsável pelo atentado está sendo julgado.

26 set 2022 – Barreiras (BA)

O ataque a uma escola pública foi protagonizado por um adolescente de 14 anos que utilizou um revólver calibre .38 do pai, um policial reformado da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Durante o ataque, uma aluna cadeirante, identificada como Geane da Silva Brito, de 20 anos, foi morta. Na sequência, o responsável pelo atentado foi baleado e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

05 out 2022 – Sobral (CE)

Um adolescente de 15 anos disparou contra três colegas na Escola Professora Carmosina Ferreira Gomes, localizada no interior do Ceará, atingindo duas vítimas na cabeça e uma na perna. Ele estava com uma arma de fogo registrada no nome de um CAC (colecionador, atirador desportivo e caçador) e foi detido logo após a ação. O estudante Júlio César de Souza Alves, de 15 anos, morreu três dias após o ataque.

25 nov 2022- Aracruz (ES)

O caso aconteceu entre 9h30 e 9h40 desta sexta-feira (25), em duas instituições de Aracruz (ES). O criminoso entrou na escola estadual Primo Bitti e fez vários disparos com uma pistola, matando dois professores. Em seguida, ele foi de carro até o Centro Educacional Praia de Coqueiral, onde matou um aluno. Outras 11 pessoas ficaram feridas. O assassino foi preso.

Outras armas

Além dos atentados com armas de fogo, foram registrados ao menos cinco atentados utilizando outros métodos, confira.

21 ago 2019 – Charqueadas (RS)

Um jovem invadiu o Instituto Estadual Educacional Assis Chateaubriand, ateou fogo em uma sala de aula e depois golpeou alunos com uma machadinha. Pelo menos seis adolescentes entre 12 e 15 anos foram feridos na ação, sem risco de vida. O agressor foi desarmado por um professor de educação física e conseguiu fugir pulando o muro da escola, depois foi preso e confessou o ataque aos policiais.

22 fev 2022 – Caraguatatuba (SP)

Na cidade paulista o ataque foi direcionado à diretora da escola e registrado pelas câmeras de segurança da escola estadual Ângelo Barros de Araújo. Após o ataque, a vítima foi socorrida e levada para hospital, enquanto o adolescente de 16 anos foi detido.

22 mar 2022 – São Paulo (SP)

Um aluno esfaqueou uma colega de classe no Colégio Floresta, na Zona Leste de São Paulo. Um outro estudante, que tentou proteger a garota, também ficou ferido. A estudante levou ao menos dez golpes e teve o pulmão perfurado. Ela foi encaminhada ao hospital.  O suspeito pelo ataque foi encontrado na quadra da escola e levado até a delegacia por policiais, que foram acionados.

08 abr 2022 – Saquarema (RJ)

Uma escola pública do balneário fluminense foi invadida por um rapaz de 14 anos munido de bombas caseiras. Os moradores ouviram barulhos e chamaram a polícia, que encontrou o adolescente no local. Ninguém ficou ferido.

06 mai 2022 – Rio de Janeiro (RJ)

Quatro adolescentes da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, localizada na Ilha do Governador, foram esfaqueados dentro da instituição. O caso de violência ocorreu na, no Jardim Guanabara, Ilha do Governador, na zona norte do Rio.

Ameaças

Além dos atentados efetivamente realizados, houve ao menos 28 ameaças de massacres que levaram a interrogatórios, apreensões e suspensão de aulas e provas, veja a lista de datas e cidades:
18 mar 2019 – Brasília (DF)
21 mar 2019 – Montes Claros (MG)
21 mai 2021 – DF
27 mai 2021 – Goiânia (GO)
19 ago 2021 – RN
21 out 2021 – Maceió (AL)
22 out 2021 – Dourados (MS)
02 dez 2021 – Cariacica (ES)
17 fev 2022 – Aparecida de Goiânia (GO)
16 mar 2022 – Umbaúba (SE)
29 mar 2022 – Linhares (ES)
03 abr 2022 – Goiânia (GO)
06 abr 2022 – Araguaína (TO)
20 abr 2022 – Brasília (DF)
20 abr 2022 – Luiziânia (GO)
20 abr 2022 – Caxias do Sul (RS)
25 abr 2022 – Salvador (BA)
10 mai 2022 – Boa Vista (RR)
19 mai 2022 – Arapiraca (AL)
13 jun 2022 – Itatiaiuçu (MG)
07 jul 2022 – Santa Maria (RS)
16 ago 2022 – Santos (SP)
15 ago 2022 – Registro (SP)
19 ago 2022 – Vitória (ES)
15 set 2022 – Belo Horizonte (MG)
05 out 2022 – Cuiabá (MT)

 

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Camilo Santana esteve na Paraíba e ninguém soube; Cássio pode ser candidato em CG?; e nomes dos vices estão em alta em Bayeux 20 de maio de 2024 DESTAQUES: Camilo Santana esteve na Paraíba e ninguém soube; Cássio pode ser candidato em CG?; e nomes dos vices estão em alta em Bayeux DESTAQUES: Rusga entre Assembleia e o Governo do Estado; PT tem decisão importante na segunda-feira; e Inácio cansou de esperar por Romero em CG 17 de maio de 2024 DESTAQUES: Rusga entre Assembleia e o Governo do Estado; PT tem decisão importante na segunda-feira; e Inácio cansou de esperar por Romero em CG DESTAQUES: Na reunião do PT, 90% defenderam candidatura própria; e representante da prefeitura acusa membro do governo no caso da poluição das praias 16 de maio de 2024 DESTAQUES: Na reunião do PT, 90% defenderam candidatura própria; e representante da prefeitura acusa membro do governo no caso da poluição das praias DESTAQUES: O candidato de João Azevêdo ao governo pode ser Hugo Motta; advogado João de Deus se filiou ao PSB em Cajazeiras; e Wilson Santiago voltou a titularidade na câmara dos deputados 9 de maio de 2024 DESTAQUES: O candidato de João Azevêdo ao governo pode ser Hugo Motta; advogado João de Deus se filiou ao PSB em Cajazeiras; e Wilson Santiago voltou a titularidade na câmara dos deputados DESTAQUES: Lula teria decidido por candidatura própria em João Pessoa e o escolhido foi Cartaxo; Romero não tem responsabilidade com Campina Grande?; e ALPB ‘desobriga’ presença de secretários de Educação 8 de maio de 2024 DESTAQUES: Lula teria decidido por candidatura própria em João Pessoa e o escolhido foi Cartaxo; Romero não tem responsabilidade com Campina Grande?; e ALPB ‘desobriga’ presença de secretários de Educação

Está no Hype

Go to Top