Após denúncia de estupro, vereador de Conde divulga nota e diz que é vítima de “fatos distorcidos” 

O vereador do município de Conde, Flávio Melo, divulgou, nesta sexta-feira (6) uma nota sobre a acusação de que ele teria estuprado e oferecido dinheiro para voltar a ter relações sexuais com uma adolescente de 14 anos.

O parlamentar, que foi flagrado em áudio mantendo conversas de teor sexual com a menor de idade, se diz vítima de “fatos distorcidos” e que vai colaborar com as investigações.

Segundo Flávio, os áudios que viralizaram nas redes sociais e veículos de comunicação estão “fora de contexto” e induzindo as pessoas a uma interpretação de uma conduta delituosa.

“Estão sendo veiculadas trechos de mídias, fora de contexto, utilizados para indução de interpretação de condutas delituosas. Quero tornar público meu interesse em colaborar completamente com as investigações. Publicamente, afirmo que os acontecimentos relativos a esse fato estão sendo distorcidos e utilizados com propósitos distintos”, diz a nota.

Entenda o caso

Nessa quinta-feira (5), a mãe de uma adolescente de 14 anos denunciou o vereador após a filha dela mostrar áudios de Flávio do Cabaré prometendo dinheiro em troca do que seriam novas relações sexuais entre os dois.

Em áudio divulgado pelo programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, o vereador prometeu dinheiro para que a vítima pudesse comprar lanches da semana e ajudar uma irmã. Em troca, ele teria pedido que a jovem se dispusesse a ter relações sexuais com ele.

“Olhe, é a última vez, o acordo não foi esse? Só dessa vez, negócio de dez minutos. Vou comprar teus negócios. Vou te ajudar e ainda mais, toda semana vou te dar um dinheirinho para tu comprar teu lanche. Você já tem R$ 100 e pode comprar seu lanche da semana. Você e sua irmã, que você vai ajudar sua irmã. E aí, tá feito? Vai não?”, diz o vereador.

Na TV Arapuan, a mãe da adolescente informou que o primeiro encontro sexual entre o vereador e a menor de idade teria acontecido em Goiana, Pernambuco. Após a menina informar sobre o estupro aos familiares, eles resolveram denunciar o caso à Polícia Civil.

A delegada Joana D’Arc, da Delegacia do Menor Vítima, solicitou exames para encaminhar a denúncia para a delegacia que deve ficar responsável pelas investigações. Joana D’Arc ainda informou que a vítima registrou a queixa em João Pessoa por medo da influência do político na cidade onde mora.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  19 de abril de 2024 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  DESTAQUES: O sonho de Lula é eleger João Azevêdo e Poliana Dutra em 2026; candidatura de Romero vira aposta em CG; e Wilson Santiago aparenta estar omisso na briga para mudar o secretário de educação 18 de abril de 2024 DESTAQUES: O sonho de Lula é eleger João Azevêdo e Poliana Dutra em 2026; candidatura de Romero vira aposta em CG; e Wilson Santiago aparenta estar omisso na briga para mudar o secretário de educação DESTAQUES: Galdino diz que Republicanos vai indicar o vice de Romero em CG; Aguinaldo foi escolhido líder da maioria no congresso; e Júnior Araújo não pensa em formar um g8 ou g11 na ALPB 17 de abril de 2024 DESTAQUES: Galdino diz que Republicanos vai indicar o vice de Romero em CG; Aguinaldo foi escolhido líder da maioria no congresso; e Júnior Araújo não pensa em formar um g8 ou g11 na ALPB DESTAQUES: Daniella Ribeiro será senadora em 2026; presidente do Sousa deve ser o vice do prefeito Tyrone; e Domiciano Cabral foi relapso e abandonou a defesa de Sara Cabral 16 de abril de 2024 DESTAQUES: Daniella Ribeiro será senadora em 2026; presidente do Sousa deve ser o vice do prefeito Tyrone; e Domiciano Cabral foi relapso e abandonou a defesa de Sara Cabral DESTAQUES: Bolsonaro dá esporro em Queiroga e Sérgio Queiroz; PL decidiu que não vai apoiar filho de Wellington Roberto em CG; e Sara Cabral não pode concorrer em Bayeux 12 de abril de 2024 DESTAQUES: Bolsonaro dá esporro em Queiroga e Sérgio Queiroz; PL decidiu que não vai apoiar filho de Wellington Roberto em CG; e Sara Cabral não pode concorrer em Bayeux

Está no Hype

Go to Top