Cresce busca por vistos para EUA e cidadania europeia após 1º turno da eleição

Com o resultado das eleições de domingo (2/10), brasileiros passaram a buscar informações sobre como obter visto americano e cidadania europeia

Após o resultado das votações de domingo (2/10), que colocou Lula (PT) e Bolsonaro (PL) no segundo turno da disputa presidencial, brasileiros aumentaram a procura por visto americano e cidadania europeia. Dados de uma consultoria de mobilidade global mostraram que as solicitações quadruplicaram.

O levantamento feito pela Aquila Global Group, especializada em mobilidade global e presente no Brasil, Estados Unidos e Europa, apontou que a reação dos brasileiros ao resultado das urnas foi imediato. Na segunda-feira (3/10), logo após o domingo de votação, a empresa passou a receber 400 solicitações diárias de informações sobre como obter visto nos Estados Unidos e cidadania na Europa. Antes das eleições, a consultoria recebia 100 ligações por dia.

Um dos brasileiros que procurou a consultoria para solicitar sua dupla cidadania foi Bruno Simonetti. Ele solicitou cidadania italiana como estratégia para deixar o país a depender do resultado das eleições. “O cenário político, além do cultural, influenciou muito na minha decisão que, como pertencente da sigla LGBTQIA+, sempre me senti inseguro no país. A depender do resultado das urnas pretendo sim deixar o país”, afirmou Simonetti.

Motivação política é responsável pela maioria das imigrações

Outro levantamento feito pela mesma consultoria de mobilidade global, a Aquila Global Group, demonstrou que a maior motivação dos brasileiros que procuram alternativas para deixar o Brasil, é a política. De acordo com o estudo, entre agosto de 2021 e agosto de 2022, houve um aumento de 34% na procura por informações sobre mudança para o exterior, em relação ao mesmo período no ano anterior.

Os números foram obtidos a partir de dados coletados no processo de triagem e atendimento a pessoas interessadas em deixar o país. A consultoria destacou que o fator mais interessante observado no levantamento foi a “quantidade de pessoas que usaram a polarização política como justificativa para deixar o Brasil”. De acordo com a empresa, nos anos anteriores a motivação política para solicitar a dupla cidadania europeia alcançou 5% em 2019 e 7% em 2020.

“Identificamos que a maior justificativa para deixar o país entre aqueles que nos procuram está centrada no resultado das eleições presidenciais deste ano. De um lado a outro na polaridade política, os brasileiros afirmam que se o seu candidato não ganhar, pretendem deixar o país no curto prazo”, explica Lucas Lima, especialista em mobilidade global.

O presidente da multinacional Aquila Global Group ainda destaca que uma onda migratória deve ocorrer nos próximos meses, ainda mais se considerado que mais de 30 milhões de brasileiros são descendentes de italianos. Essa parcela considerável da população brasileira começa a buscar reconhecer a cidadania europeia como alternativa para fugir do cenário político no Brasil.

“Somente em São Paulo vivem 13 milhões de descendentes de italianos, o que equivale a 32,5% da população paulista. Em outras capitais, o número de pessoas que têm direito a obter cidadania na Europa também é grande. Independente de qual seja o resultado das eleições, o certo é que devemos esperar uma grande onda migratória nos próximos meses”, garantiu Lima.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso 23 de maio de 2024 Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB 22 de maio de 2024 DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann 21 de maio de 2024 DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann DESTAQUES: Camilo Santana esteve na Paraíba e ninguém soube; Cássio pode ser candidato em CG?; e nomes dos vices estão em alta em Bayeux 20 de maio de 2024 DESTAQUES: Camilo Santana esteve na Paraíba e ninguém soube; Cássio pode ser candidato em CG?; e nomes dos vices estão em alta em Bayeux DESTAQUES: Rusga entre Assembleia e o Governo do Estado; PT tem decisão importante na segunda-feira; e Inácio cansou de esperar por Romero em CG 17 de maio de 2024 DESTAQUES: Rusga entre Assembleia e o Governo do Estado; PT tem decisão importante na segunda-feira; e Inácio cansou de esperar por Romero em CG

Está no Hype

Go to Top