EQUILÍBRIO: Das vinte maiores cidades da Paraíba, João venceu em 11 e Pedro em 9 – VEJA QUAL FOI A DIFERENÇA DE VOTOS

O segundo turno das eleições estaduais cumpriu a expectativa das pesquisas e teve uma votação muito acirrada. O Governador João Azevêdo foi reeleito com 1.221.904 votos, (52,51%), contra 1.104.963 votos (47,49%) de Pedro Cunha Lima.

O equilíbrio da apuração se reflete no resultado das vinte maiores cidades do estado. Dos municípios com maior população, o Governador venceu em onze e Pedro foi vitorioso em 9.

Pedro Cunha Lima foi o primeiro candidato na história, a ganhar nos dois maiores colégios eleitorais do estado, João Pessoa e Campina Grande e mesmo assim não conseguiu levar a eleição, o que demonstra a força dos Prefeitos que deram vitórias esmagadoras para o Governador no interior da Paraíba.

O filho do ex-Governador Cássio Cunha Lima conseguiu números importantes na região metropolitana de João Pessoa, nas outras cidades satélites da capital, Pedro só tinha o apoio do Prefeito de Cabedelo, mas mesmo assim abocanhou vitórias em Santa Rita, Bayeux e na própria João Pessoa.

O Deputado Federal teve uma vantagem de quase 80 mil votos sobre João Azevêdo, em Campina Grande, reduto da sua família e da maioria dos seus aliados. Outra cidade do entorno campinense que deu vitória a Pedro, foi Lagoa Seca, município comandado a pouco tempo, pelo ex-Prefeito tucano Fábio Ramalho, que se elegeu Deputado Estadual e foi um dos principais cabos eleitorais de Pedro na região.

A maior vantagem de Pedro Cunha Lima foi em Campina Grande, com 79,785 votos e a menor vantagem foi em Guarabira, onde o candidato do PSDB só teve 895 votos de frente.

O Governador impôs a sua marca nessa eleição, que foi a força nas cidades do interior do estado, João dominou praticamente todo o sertão e o cariri, e isso se refletiu nas vitórias em cidades essenciais como, Patos, São Bento, Sousa, Cajazeiras, Catolé do Rocha e Pombal.

Uma outra vantagem de João, foi que mesmo com a força dos Cunha Lima na região da Rainha da Borborema, foi o Governador que venceu em mais munícipios do entorno campinense, nós podemos destacar Queimadas, Esperança e Alagoa Grande.

A maior vantagem de João Azevêdo foi em Cajazeiras, onde os três principais grupos políticos da cidade, se juntaram em apoio ao Governador lhe dando 17,741 votos de vantagem, a menor diferença foi em Sapé, onde João teve 1,350 votos de frente.

Essa matéria foi idealizada pelo Jornalista Vitor Azevêdo.

Na tabela abaixo nós iremos mostrar o vencedor em cada cidade e a diferença de votos para o segundo colocado. 

CIDADE Vencedor Diferença de Votos
Patos João Azevêdo 5,872
Sousa João Azevêdo
7,854
Cajazeiras João Azevêdo
17,741
Sapé João Azevêdo
1,350
Queimadas João Azevêdo
4,596
São Bento João Azevêdo
1,275
Monteiro João Azevêdo
7,709
Pombal João Azevêdo
2,220
Esperança João Azevêdo
3,144
Catolé do Rocha João Azevêdo
9,726
Alagoa Grande João Azevêdo
3,975
Cabedelo Pedro Cunha Lima 8,880
João Pessoa Pedro Cunha Lima
71,217
Campina Grande Pedro Cunha Lima
79,785
Bayeux Pedro Cunha Lima
13,108
Santa Rita Pedro Cunha Lima
14,518
Mamanguape Pedro Cunha Lima
3,876
Guarabira Pedro Cunha Lima 895
Pedras de Fogo Pedro Cunha Lima
1,911
Lagoa Seca Pedro Cunha Lima
2,269

 

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade 12 de junho de 2024 DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar “meia secretaria de educação’’ 11 de junho de 2024 DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar "meia secretaria de educação’’ DESTAQUES: Quais nomes podem assumir as secretarias do Governo; Cartaxo deve ser o candidato do PT em JP; e Renata Nóbrega pode voltar para Secretaria de Saúde 10 de junho de 2024 DESTAQUES: Quais nomes podem assumir as secretarias do Governo; Cartaxo deve ser o candidato do PT em JP; e Renata Nóbrega pode voltar para Secretaria de Saúde DESTAQUES: Em 2026, a ALPB vai eleger um governador de forma indireta; Nominando vai ser o prefeito de JP por oito dias; e CMJP tem uma oposição definida e um novo líder 7 de junho de 2024 DESTAQUES: Em 2026, a ALPB vai eleger um governador de forma indireta; Nominando vai ser o prefeito de JP por oito dias; e CMJP tem uma oposição definida e um novo líder DESTAQUES: Quais nomes devem assumir as secretarias do governo; Republicanos vai exigir a vaga de vice de Jhony em CG; e Antônio Roberto revela qual seu destino 6 de junho de 2024 DESTAQUES: Quais nomes devem assumir as secretarias do governo; Republicanos vai exigir a vaga de vice de Jhony em CG; e Antônio Roberto revela qual seu destino

Está no Hype

Go to Top