Ex-prefeita de Conde faz desabafo nas redes sociais sobre caso de Flávio Cabaré: “Triste e chocada”

A ex-prefeita de Conde, Márcia Lucena (PT), fez um desabafo em suas redes sociais sobre o possível ato de estupro a uma adolescente de 14 cometido pelo vereador  Flávio Cabaré, que solicitou licença do cargo para tratar de “assuntos particulares”.

O pedido de licença de Flávio Cabaré foi aprovado por unanimidade, por 121 dias, em sessão extraordinária da Câmara Municipal de Conde nesta terça-feira (10).

Segue o texto da ex-gestora:

Ando triste e chocada com os acontecimentos em Conde, coroados com denúncias de assédio sexual feitas a um representante do povo. Fato que foi explorado e divulgado amplamente pela mídia, com vídeos do seu diálogo com a adolescente.

Não desejo a condenação antecipada de ninguém. Não concordo, portanto, com os arroubos escandalosos e violentos de alguns que usam os seus microfones para inflamar uma situação já absurdamente grave.

No entanto, a gravidade desta situação é de tirar palavras da boca de qualquer um!

Não dá para condenar previamente. Eu sei o quê é ser inocente e condenada sem ter tido o direito do devido processo legal. Mas, autoridades públicas da cidade ficarem em silêncio, como se nada tivesse acontecido, é violento também.

O povo não pode ficar à deriva, sem um norte diante de algo tão grave. Senti a falta de palavras colocadas ao povo, como vejo todos os dias textos, vídeos corajosos, diante dos absurdos cometidos pela gestão do “novo tempo”.

Por que o silêncio agora?

Tem um ditado que diz “quem cala consente”. Espero que não se trate disso. Eu não sou hoje uma autoridade pública constituída em Conde. Esperei o pronunciamento daqueles que o são para apoiar ou me contrapor. Como o silêncio reina e eu não sou de ficar calada diante de absurdos e violências praticadas contra o povo, falo! E falo com decepção e tristeza pelo fato e pelos seus desdobramentos.

Espero que a justiça encare tudo isso de forma séria. Essa menina (que são todas as meninas!), não pode sentir o desamparo por parte daqueles que dizem lhes representar e espero que a justiça, com o uso da lei quebre esse silêncio e diga as meninas e mulheres desse município ou de qualquer outro, que não estão sozinhas.

Espero também que o poder público acolha essas meninas com os serviços de saúde, assistência social, dentre outros, pra restabelecerem sua dignidade humana.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Hugo Motta enfrenta ‘cobra’ que morde o Republicanos; Pollyanna tem sido o grande diferencial no governo João; e Sargento Neto diz que oposição pode pular para 17 deputados 24 de abril de 2024 DESTAQUES: Hugo Motta enfrenta 'cobra' que morde o Republicanos; Pollyanna tem sido o grande diferencial no governo João; e Sargento Neto diz que oposição pode pular para 17 deputados DESTAQUES: Em Cajazeiras, a briga será entre 3 deputados; PSB realiza festa na Priscylla’s Hall com candidatos a vereador; na UFPB, Terezinha vai ser a primeira colocada?! 23 de abril de 2024 DESTAQUES: Em Cajazeiras, a briga será entre 3 deputados; PSB realiza festa na Priscylla's Hall com candidatos a vereador; na UFPB, Terezinha vai ser a primeira colocada?! NESTA TERÇA: PSB apresenta time de candidatos a vereadores em João Pessoa 22 de abril de 2024 NESTA TERÇA: PSB apresenta time de candidatos a vereadores em João Pessoa DESTAQUES: Pastor Sérgio decidiu ser vice em JP; Nilvan recebeu visita do prefeito Vitor Hugo; e governador diz que Daniela tem todo direito de tocar sua candidatura em 2026 22 de abril de 2024 DESTAQUES: Pastor Sérgio decidiu ser vice em JP; Nilvan recebeu visita do prefeito Vitor Hugo; e governador diz que Daniela tem todo direito de tocar sua candidatura em 2026 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  19 de abril de 2024 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70% 

Está no Hype

Go to Top