JOSÉ ALDO: Bolsonaro liberou R$ 200 mil para ONG do lutador antes de se hospedar na casa dele em Orlando

Bolsonaro está hospedado na casa do lutador em Orlando, nos Estados Unidos

Jair Bolsonaro assinou a liberação de uma verba de R$ 200 mil para a ONG de José Aldo. O repasse aconteceu durante o período eleitoral, por meio do Ministério da Cidadania. Desde o dia 30 de dezembro, o ex-presidente está hospedado na casa do lutador em Orlando.

O acordo de liberação foi endereçado ao Instituto JAJ, organização que tem José Aldo como sócio e presidente. O convênio foi assinado no dia 5 de outubro, três dias após o primeiro turno das Eleições.

O valor total da doação é de R$ 199.999.998,55, em parcela única, por meio da Secretaria Nacional de Esportes. O objetivo seria a realização da Copa Cidadania de Jiu-Jitsu do Rio de Janeiro.

Reprodução/DOU

A doação está disponível no Portal da Transparência e foi publicada no Diário Oficial da União do dia 6 de outubro de 2022.

JOSÉ ALDO BOLSONARO

O pagamento à ONG ainda não foi finalizado. Isso porque o instituto informou uma conta bancária do Banco do Brasil que precisa ser regularizada antes de receber a quantia, segundo o Brasil de Fato.

O valor, porém, já foi reservado pelo Governo Federal, e não pode ser repassado para outras obras.

A indicação para a assinatura foi realizada por uma emenda parlamentar individual do deputado federal bolsonarista Felício Lacerda (PP-RJ).

ONG JOSÉ ALDO BOLSONARO

Nos registros da instituição, as atividades realizadas pela ONG de José Aldo são ensino de arte e cultura, atividades de condicionamento físico e prestação de serviço social.

Citada pela ONG como obra de destino da verba, a Copa Cidadania de Jiu-Jitsu ainda não aconteceu. Até o momento, não há divulgação de data ou da programação do evento.

Segundo a descrição apresentada pela ONG do lutador, “o projeto atenderá 630 crianças e jovens entre 10 e 17 anos de ambos os sexos, todas as faixas e categorias, moradores de comunidades em vulnerabilidade social na cidade de Rio de Janeiro”.

O acordo prevê que o projeto deve ser finalizado até 5 de outubro de 2023. Ou seja, ainda está dentro do prato limite. O prazo para prestação de contas é 4 de dezembro.

BOLSONARO E JOSÉ ALDO

A relação de Bolsonaro e José Aldo é antiga. Conforme reportagem de Demétrio Vecchioli, do UOL, o atleta já teve viagens a Brasília bancadas pela gestão do ex-presidente, em 2020 e 2021.

Em geral, eram pagas passagens e diárias de hospedagem para o lutador do UFC se encontrar com Bolsonaro na capital federal.

No final do ano passado, após deixar o Brasil para não entregar a faixa para Lula na posse, Bolsonaro fixou hospedagem na casa do lutador, em Orlando, nos Estados Unidos.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Por que Deusdete é lembrado para disputar vários cargos?; PT já fez a coleta da pesquisa em JP; e prefeito Kiko escolheu errado o seu candidato em Caaporã 17 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que Deusdete é lembrado para disputar vários cargos?; PT já fez a coleta da pesquisa em JP; e prefeito Kiko escolheu errado o seu candidato em Caaporã DESTAQUES: Por que Roberto de Souza saiu da secretaria de educação?; Jhony está atuando para frente de oposição em CG; e Indicação de Wilson filho visa 2026 14 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que Roberto de Souza saiu da secretaria de educação?; Jhony está atuando para frente de oposição em CG; e Indicação de Wilson filho visa 2026 DESTAQUES: Por que a secretária Maria Suely foi demitida; os nomes escolhidos pelo governador foram adiantados pelo Polêmica Paraíba; e quais os motivos para Wilson Filho assumir a Educação 13 de junho de 2024 DESTAQUES: Por que a secretária Maria Suely foi demitida; os nomes escolhidos pelo governador foram adiantados pelo Polêmica Paraíba; e quais os motivos para Wilson Filho assumir a Educação DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade 12 de junho de 2024 DESTAQUES: TRF-5 julgou o caso Cícero Lucena; Bruno Cunha Lima conseguiu vitória na Justiça; e operação ‘’Fundo do Poço’’ mira o antigo PROS, hoje Solidariedade DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar “meia secretaria de educação’’ 11 de junho de 2024 DESTAQUES: Vereadores de JP estão envolvidos na Operação Mandare; Operação livro aberto chegou nos deputados; e Republicanos não deve aceitar "meia secretaria de educação’’

Está no Hype

Go to Top