Renan Calheiros defende extradição e prisão preventiva de Jair Bolsonaro

O senador disse ainda que foi enganado por Augusto Aras e que vai pedir expulsão de Ibaneis Rocha do MDB

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) defendeu a extradição do ex-presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, o ex-mandatário deve ser investigado não apenas por suas ações durante a pandemia da covid-19, mas também por atitudes como pedir o fechamento do STF.
“É preciso, imediatamente, fazer a extradição do Bolsonaro para o Brasil, para que ele responda por todos os crimes que cometeu, e não apenas com relação às vítimas da covid-19. Em todos os momentos, o Bolsonaro foi esse que está aí: fugiu na hora H, quando estava para se deflagrar a invasão à sede dos Três Poderes”, disse o ex-presidente do Senado, em entrevista ao UOL News, na manhã desta segunda-feira (9/1).

À CNN, Calheiros afirmou que vai formular uma petição para que o ex-presidente seja formalmente investigado no inquérito dos atos antidemocráticos, que seja considerado fugitivo da Justiça brasileira até que venha dar esclarecimentos à Justiça. E, caso Bolsonaro não venha, vai pedir a prisão preventiva dele.

Renan Calheiros classificou os atos terroristas que depredaram o Palácio da Alvorada, o Congresso Nacional e a sede do Superior Tribunal Federal (STF) como “inimagináveis”.

Jair Bolsonaro viajou para os Estados Unidos dias antes do fim de seu governo. Da Flórida, o ex-presidente se esquivou da responsabilidade pelos atos de terrorismo ocorridos em Brasília neste domingo e rebateu as acusações do presidente Lula (PT) de ser o responsável pelo movimento golpista existente no Distrito Federal.

Renan Calheiros disse, ainda, que foi enganado pelo procurador-geral da República Augusto Aras e que vai pedir o impeachment dele por agir em defesa de interesses que beneficiariam Jair Bolsonaro e seus apoiadores

“Fui enganado. Ele repetiu que seria isento na questão dos encaminhamentos que seriam tomados pela CPI e fez tudo diferente. Até passou o ano dizendo que não tinha as provas que a CPI havia juntado. Ele não pode nos enganar novamente. Defendo o impeachment do procurador-geral da República porque ele é um reincidente na prevaricação”.

Calheiros avaliou ainda a atuação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, do mesmo partido que ele, e disse que quer a expulsão de Ibaneis do MDB. “Agiu em benefício de terroristas”.

Ibaneis Rocha foi afastado do cargo por 90 dias por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). “Sou do mesmo partido, mas vou defender que ele seja expulso do MDB pelos males que praticou, não apenas neste final de semana. Ele vem praticando em benefício do Bolsonaro e desses terroristas há bastante tempo”, apontou Renan Calheiros.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

Romero não disputa a prefeitura de Campina Grande! 10 sinais para essa decisão – Por Gutemberg Cardoso 27 de maio de 2024 Romero não disputa a prefeitura de Campina Grande! 10 sinais para essa decisão - Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz 24 de maio de 2024 DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso 23 de maio de 2024 Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB 22 de maio de 2024 DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann 21 de maio de 2024 DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann

Está no Hype

Go to Top