“SÃO CONVERSAS QUE TENHO NA RUA” Damares admiti que mentiu sobre estupro de crianças no Pará

A ex-ministra e senadora eleita Damares Alves afirmou em entrevista, nesta quinta-feira, que as denúncias que fez sobre abuso de crianças na Ilha do Marajó, no Pará, são relatos que ouviu “nas ruas”. Damares tem sido cobrada para apresentar provas sobre as afirmações. No início da semana, o Ministério Público Federal no Pará pediu informações ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos acerca da fala da ex-ministra.

— O que eu falo no meu vídeo são as conversas que eu tenho com o povo na rua. Eu não tenho acesso, os dados são sigilosos. Mas nenhuma denúncia que chegou na ouvidoria deixou de ser encaminhada— afirmou a ministra a respeito das denúncias que, segundo ela, chegam na ouvidoria do ministério.

Segundo Damares, esse tipo de violência não acontece apenas na Ilha de Marajó, mas na região de fronteira:

— Isso tudo é falado nas ruas do Marajó, nas ruas da fronteira. No começo do meu vídeo eu falo Marajó, porque é onde a gente começou o programa. Mas o tráfico de crianças acontece na fronteira. Essa coisa de que as crianças quando saem, saem dopadas, e seus dentinhos são arrancados onde elas chegam, a gente ouve nas ruas na fronteira — disse.

A ministra argumentou que suas declarações estão sendo utilizada eleitoralmente. Ela disse ainda que fez sua parte ao criar o programa “Abrace o Marajó”, que tem como objetivo levar desenvolvimento social à região, e que cabe ao Ministério Público e à Polícia investigarem as denúncias.

— Quero que vocês entendam que estamos diante de um período político. O governo do Pará é extremamente contra o governo Bolsonaro. Estão tensionando esse ponto, o que me deixa triste, num período eleitoral. Vamos deixar passar a eleição, conversar sério, olho no olho, depois da eleição. Estão politizando um tema complicado. Eu não fiz isso em programa eleitoral, foi um depoimento do meu coração dentro de uma igreja, que mais uma vez vaza e vira uma politização— criticou Damares.

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz 24 de maio de 2024 DESTAQUES: Karla do Conde não apoia mais Mersinho nem Eduardo Carneiro; Sara Cabral fora das eleições 2024; e qual o motivo do silêncio Queiroga e Queiroz Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso 23 de maio de 2024 Se Lula pedir a vaga de vice de Cícero para o PT, João Azevêdo e o PSB cederiam?: Por Gutemberg Cardoso DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB 22 de maio de 2024 DESTAQUES: Se Romero desistir para onde irão os eleitores que são contra Bruno?; Em Bayeux, vice de Taciana pode ser Kita; e Secretário deve ir à ALPB DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann 21 de maio de 2024 DESTAQUES: PT quer Cartaxo prefeito e Cida vice; Tovar nega candidatura de Romero em junho; e Edinho Silva vai substituir Gleisi Hoffmann DESTAQUES: Camilo Santana esteve na Paraíba e ninguém soube; Cássio pode ser candidato em CG?; e nomes dos vices estão em alta em Bayeux 20 de maio de 2024 DESTAQUES: Camilo Santana esteve na Paraíba e ninguém soube; Cássio pode ser candidato em CG?; e nomes dos vices estão em alta em Bayeux

Está no Hype

Go to Top