Trapaça de Bolsonaro com a história do Brasil é um tiraço no próprio pé – Por Andrei Meireles

Trapaça de Bolsonaro com a história do Brasil é um tiraço no próprio pé

Além da penca de crimes eleitorais, a aposta de Bolsonaro no 7 de setembro virou mico Por Andrei Meireles

Jair Bolsonaro durante Desfile de 7 de Setembro na Esplanada dos Ministérios – Foto Alan Santos/PR

Discurso de Bolsonaro no 7 de Setembro, em Brasília – Foto Reprodução CNN

O presidente Jair Bolsonaro partiu para um tudo ou nada na eleição que se recusa a perder. A mistura desvairada entre data cívica e campanha eleitoral manchou o momento histórico do bicentenário da Independência do Brasil, com um espetáculo chinfrim, na expectativa de que maioria dos brasileiros apoiaria essa farsa.

Até mobilizou sua base eleitoral. Deu algum gás pra seguir em frente na campanha. Mas esbarra numa rejeição intransponível. Evidente que, depois de todas as trapaças e atropelos às Leis e à Constituição, a campanha de Bolsonaro não pegou no tranco. Essa miscelânea no 7 de setembro pode ser uma tentativa desesperada de finalmente dar liga ou uma desculpa para manter sua militância mobilizada diante do fracasso, mais uma cópia da trupe de Donald Trump.

Bolsonaro publica ‘Declaração à Nação’. A divulgação da declaração foi um conselho a Bolsonaro do ex-presidente Michel Temer – Foto Reprodução
Presidente Michel Temer, reunido com o presidente eleito, Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto – Foto Orlando Brito

Em suas redes sociais, comandadas por Carlos Bolsonaro, seu filho 02, o presidente pilha seus seguidores para a aventura de um golpe militar. É um enganador. No 7 de setembro do ano passado difundiu a ilusão de que daria um golpe, falou grosso na Avenida Paulista, depois pediu desculpa numa cartinha escrita pelo ex-presidente Michel Temer.

Nessa quarta-feira (7), ele cometeu uma penca de crimes, inclusive eleitorais. Pelas regras constitucionais do jogo, deveria ser eliminado. Mas, em sua trapaça, pôs a Justiça Eleitoral na berlinda. Quem entende de leis sabe que merecia uma punição imediata. Mas, nas atuais circunstâncias políticas, a melhor saída para sua certa derrota, prevista e confirmada a cada pesquisa, talvez seja sair como vítima de uma decisão da Justiça.

O TSE e nem o STF vão cair nessa armadilha. Por mais que tente, Bolsonaro não vai virar mártir. Vai ser derrotado pelos votos da maioria dos brasileiros nas urnas eletrônicas.

A conferir. – https://osdivergentes.com.br/os-divergentes/trapaca-de-bolsonaro-com-a-historia-do-brasil-e-um-tiraco-no-proprio-pe/

Mais Lidas

Destaques

PELO SIM, PELO NÃO

DESTAQUES: Hugo Motta enfrenta ‘cobra’ que morde o Republicanos; Pollyanna tem sido o grande diferencial no governo João; e Sargento Neto diz que oposição pode pular para 17 deputados 24 de abril de 2024 DESTAQUES: Hugo Motta enfrenta 'cobra' que morde o Republicanos; Pollyanna tem sido o grande diferencial no governo João; e Sargento Neto diz que oposição pode pular para 17 deputados DESTAQUES: Em Cajazeiras, a briga será entre 3 deputados; PSB realiza festa na Priscylla’s Hall com candidatos a vereador; na UFPB, Terezinha vai ser a primeira colocada?! 23 de abril de 2024 DESTAQUES: Em Cajazeiras, a briga será entre 3 deputados; PSB realiza festa na Priscylla's Hall com candidatos a vereador; na UFPB, Terezinha vai ser a primeira colocada?! NESTA TERÇA: PSB apresenta time de candidatos a vereadores em João Pessoa 22 de abril de 2024 NESTA TERÇA: PSB apresenta time de candidatos a vereadores em João Pessoa DESTAQUES: Pastor Sérgio decidiu ser vice em JP; Nilvan recebeu visita do prefeito Vitor Hugo; e governador diz que Daniela tem todo direito de tocar sua candidatura em 2026 22 de abril de 2024 DESTAQUES: Pastor Sérgio decidiu ser vice em JP; Nilvan recebeu visita do prefeito Vitor Hugo; e governador diz que Daniela tem todo direito de tocar sua candidatura em 2026 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70%  19 de abril de 2024 DESTAQUES: A imprensa é culpada no caso do Pastor Sérgio e na possível demissão do secretário do governo?; Em Guarabira, Léa vai enfrentar Raniery; na cidade de Patos, executivos e secretários tem aumento de 70% 

Está no Hype

Go to Top